27.11.12

Espera



Sento ao computador e espero o ano terminar. Espero o sol se por e a noite chegar para poupar-me os braços. Trocos os óculos e leio livros até cansar a vista. Bebo café já meio frio tarde da noite. Ouço músicas novas e antigas e as últimas sempre vencem. Compro uns packs de cerveja. Fumo alguns cigarros. Sem as cervejas eles não são as mesmas coisas. Passo os finais de semana com a minha mulher e eles parecem durar apenas alguns minutos. Escondo-me do sol e corro para o ar refrigerado do trabalho. Converso com os amigos por alguns segundos e o mês não termina. O ano se prolonga. Dezembro se esconde. Sorte o seu esconderijo silencioso e gigante não durar muito tempo.



Nenhum comentário: