9.1.13

Janeiro Jones


Janeiro tem sido o mês com maior frequência de posts por aqui. Bem assim mesmo. Estou em casa, de férias. Não importa se na minha casa, ou na casa da minha mulher, estou em casa. Estou de férias. E escrevo. 

Escrevo e tento, mais uma vez, seguir a resolução de escrever e postar aqui como nunca dantes postara. 

O barco, contudo, não vai longe ao longo do ano pelo fato de tudo o que acontece ao longo da semana, do dia, não dar tempo para mim, Tarzan, sentar e escrever de forma correta.

Antes era mais complicado postar. Digo, bem antes. Bem no começo. Quando a internete compartilhava a linha telefônica como se fosse um amante legal e moderno, adolescente.

Agora existe todo esse "admirável mundo novo", como dizem os repórteres de pautas ridículas, ou seja, todos; com tablets e redes wi-fi levando a internete até o banheiro. 

A internete está para a dificuldade como o diploma está para o jornalismo.

Posso postar do video-game, do telefone, do notebook, do iPad, do computador do trabalho... mas postar o quê? Qual a urgência?

O Blogger tornou-se uma espécie de comunicação em código morse. Uma conversa em latim em uma praça do Vaticano interditada pela prefeitura. 

O Blogger tornou-se algo como uma resistência verbal mal formatada antiquada frente aos poucos caracteres do Twitter, os peitinhos do Tumblr, os memes do Facebook. 

O Blogger é o Fotolog de quem escreve.

Não considero totalmente absurdo ele ser googleplusado ou simplesmente desaparecer. 

Manterei a minha conta até o fim mesmo assim, companheiros.

Se isso acontecer, preciso de uma impressora com cartuchos cheios e coloridos para mostrar aos meus filhos e aos meus netos como era a coisa toda antes. Quando as pessoas escreviam diários online.

Depois iremos fazer algo legal.

De certa forma, o Blogger nunca antes foi tão diário online quanto tem sido hoje em dia. Um diário. Só o dono lê e, quem lê, o faz de certa forma escondido e, claro, não o diz. É meio constrangedor ler coisas dos outros.

Beijo pra você, Elisandra.


Nenhum comentário: